quinta-feira, 14 de junho de 2012

O PARAÍSO, TÃO PERTO...


Conhecem o Paraíso?  Ainda não?  Pois eu conheço.  Fica em Aldeia, no meio da paz e das plantas. Seus guardiões são gente de carne, osso e alegria: Jaime, meu irmão, e Elena, minha cunhada, que não medem esforços para nos fazer sentir especiais.  E assim nos sentimos.Ali o tempo passa lento, a pressa fica do lado de fora, a trilha sonora é executada por bentevis e sabiás.


De vez em quando  a chefe da segurança solta um latido forte para mostrar que está tudo sob controle. O nome dela é Kelly e é o xodó do casal.
Mas, essa introdução toda foi somente o pretexto para mostrar a vocês o outro xodó dos donos do Paraíso: as flores.  Lindas, em cada estação renovadas, criadas soltas, feito os passarinhos, jóias naturais no meio da exuberância do verde do lugar.  E, no entanto, cuidadas como se estivessem num vaso especial, dentro de casa, destacando as cores e a leveza das formas.
O Paraíso é o nosso ponto de encontro com aquele outro Paraíso mais famoso.  Enquanto não o temos, vamos aproveitar este aqui, tão perto.

9 comentários:

  1. Precisamos ir mais ao Paraíso que junto a beleza natural tem as delícias gastronômicas da nossa querida Elena e Jaime com seu carinho especial por cada um de nós.
    Ied, homenagem bem feita a nosso chefe substituto.
    Beijos,
    Marta

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gentileza sua Martinha. O empenho em oferecer o melhor é uma forma de carinho para aqueles que amamos.
      Elena

      Excluir
  2. Inhapoi, Marta.. Vamos explorar o chefinho/guru/decano da confraria !

    ResponderExcluir
  3. Fred,
    Na luta do dia-a-dia em busca de momentos felizes todos procuramos construir nosso paraíso. Ao contornar as adversidades em busca de conhecer melhor os valores de tudo que nos cerca, nos contentamos com a beleza do meio em que vivemos, a fidelidade e encantamento dos nossos animais, o carinho e amizade de nossos amigos e irmãos para entender que isso é viver no paraíso. Obrigado pelas fotos e referências elogiosas.
    Do mano Jaime.

    ResponderExcluir
  4. Vocês merecem muito mais do que isso. O carinho com que vcs tratam esse pedaço do céu é visto e sentido por todos. Isso é raro hoje em dia, quando os valores materiais se sobrepõem às coisas do espírito e da simplicidade da vida em meio à Natureza. Tiro por mim que, apesar de ter possuído casa em Aldeia cedo desisti, por uma série de fatores. Mas o pouco tempo que usufrui dos ares e do visual desse lugar jmais vou esquecer. Bjos pra vocês e obrigado, sempre.

    ResponderExcluir
  5. Olá queridos sobrinhos.
    Já estivemos também neste paraiso, inclusive levando algumas mudas de helicÕnias tiradas da terra carinhosamente por Elena.Outra vez almoçando com irmãos, cujo prato principal feito por Jaime,muito saboroso por sinal.
    São momentos inesquecíveis que o tempo não faz esquecer.
    Parabéns a Jaime e Elena por continuarem mantendo este lindo recanto cheio de paz e amor e a Fred pelo seu blog repleto de reminescências amorosas familiares. Beijos do seu tio EDir

    ResponderExcluir
  6. Obrigado Tio Edir pela lembrança e pelo carinho. Apareçam sempre por aqui, o espaço é de todos nós. Abraços a todos os familiares !

    ResponderExcluir
  7. Que coisa linda Fred.
    Sou como você. Adoro a natureza com seus segredos e sua beleza inigualáveis.
    Realmente um lugar assim nos traz muita paz.
    Beijocas...................

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pela visita, Wena. Eu atualmente voltei pro meu lugar, no Poço da Panela, cheio de árvores e pássaros, num silêncio gostoso e com uma temperatura bem mais agradável que a média da cidade. Confira por aqui:
      http://www.seteinstrumentos.com/2012/05/o-recife-ainda-e-verde.html

      Excluir